Buscar
  • Júlia Antunes

Quando posso começar a fazer fisioterapia na gestação?

Atualizado: 22 de Mar de 2019



Na verdade, desde antes de engravidar, a mulher deveria fazer uma avaliação de como os músculos do assoalho pélvico estão. Já que são eles quem vão sustentar todo o útero gravídico, evitar com que a incontinência urinária ocorra e permitir uma vida saudável para a gestante. Além disso, o aumento de peso durante a gestação é de cerca de 13 quilos. É muita sobrecarga para uma musculatura. Ela precisa estar forte!

Se a mulher não teve seu assoalho pélvico avaliado antes da gestação e engravidou, uma consulta deve ser marcado com um Fisioterapeuta Pélvico o quanto antes. Não importa se na décima, na vigésima semana, ... mas VÁ!

Até a trigésima quarta semana (34ª), na maioria dos casos, a gestante precisa de "apenas" fortalecer a musculatura. A partir daí começa-se o trabalho de alongamento dos músculos da vagina para permitir a passagem da cabeça do bebê sem a ocorrência de laceração (corte espontâneo do músculo) ou episiotomia (corte feito pelo obstetra) no momento do parto. A partir da trigésima sétima semana (37ª) é permitido realizar o treino expulsivo, que é a força que a mulher terá de fazer noa hora do parto. E a Fisioterapia Pélvica lança mão de um recurso excelente: o EPI-NO. Um aparelho que simula a cabeça do bebê.

A Fisioterapia durante a gestação é preventiva e protetora e, no pós parto, ela é reabilitativa de assoalho pélvico e abdômen.


#FisioterapiaPélvica #Gestação #AssoalhoPélvico #PreparaçãoParaOParto

9 visualizações
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon